quarta-feira, 24 de julho de 2013

A MAGIA DO TORNEIO + DOWNLOAD (HP - O CÁLICE DE FOGO)

Então leitores,
assisti ontem pela 30° vez - kkkk - o 4° filme da saga do feiticeiro mais famoso do mundo,depois do Merlin, Sir. Harry Potter. E novamente foi confirmado quão grande é meu fascínio por essa parte da sequência não tão adorada pelos fãs do livro. Costumo dizer que ele foge um pouco da linha de desenvolvimento dos demais filmes,deixando-o então com um toque único.

   
                    
          Estreado em 2005, marcou a presença de um 3° diretor para o filme do bruxinho, visto que já haviam passados no cargo Chris Columbus (com os 2 primeiros) e Alfonso Cuarón (com O prisioneiro de Azkaban) deixando a responsabilidade agora para Mike Newell, onde minha única raiva, até então, é o fato dele ter recusado dividir a história em 2 partes. Isso mesmo! Segundo o site adoro cinema Newell se recusou fazer a divisão alegando ser possível cortar algumas das subtramas contidas na obra de Rowling. Para mim a história ficou muito bem contada e completa, embalada por uma ótima trilha sonora acompanhada por um show de efeitos especiais fora do comum e elementos de aspecto rústico, fazendo parecer que seus cenários fazem parte do elenco principal. Minha insatisfação para por aqui já que não li o livro.

   
              
           Quando a escola de Hogwarts é convidada para sediar o Torneio Tribruxo que reune estudantes de outras escolas de bruxaria, um cálice é posto para os alunos - mais velhos - colocarem seus respectivos nomes a fins de serem sorteados para participarem do evento tendo um único escolhido de cada instituição. Em seu 4° ano, Harry Potter, agora com 14 anos, é misteriosamente selecionado junto a outro garoto de Hogwarts (da Lufa-Lufa) não tendo escolha ele entra na onda e se junta a Cedrico Diggory, Viktor Krum e Fleur Delacour inciando uma serie de provas de riscos onde é preciso coragem e força para vencer e levar a taça.

                               
           Durante a grande parte do filme, com aproximadamente 2 horas e 40 minutos, nota-se o grande foco nas incríveis etapas do campeonato que levam o espectador para cenas interessantes,movimentadas e contagiantes envolvendo dragões, sereias e um labirinto macabro, elementos estes que fazem toda a diferença nesta nova fase do filme. Ainda temos os belos cavalos alados em uma das cenas iniciais com a chegada dos alunos  das Beauxbatons e uma embarcação numa pegada ''pérola negra''(do capitão Jack Sparrow) da seleção de quadribol da Bulgária onde se encontra submerso e sai da água a medida que se aproxima da terra firme. Tudo isso funciona tão bem que aos olhos daqueles que apreciam cenas mágicas e esplendorosas (não necessariamente um feiticeiro com uma varinha falando ''Wingardium Leviosa''), é bem improvável não ficar de boca aberta com a grandiosidade do visual presente em cada paisagem. Não focando tanto nas aulas, toda Hogwarts se encontra em clima de competição e festa.E por falar em  festa tem o baile de inverno que chega ser cômico ver a galera ''não-trouxa'' na pista de dança com os hits bruxos e Rony Weasley vestindo uma roupa de sua tia avó pagando o maior ''micão'' - kkkkk .     

                                                   
                 
             Acho que enfatizei demais os efeitos de grande magnitude mas ainda penso que a adaptação não se resume a isto. Ele tem sim uma boa história, mas quem já leu algum dos livros da J.K. sabe como ela abre espaço para várias tramas durante o desenvolvimento, concluindo que se pode descobrir muito mais ao ler a obra. Eu compreendo os fãs e sei como é ruim quando modificam uma história tão amada. Acontece que algo me faz pensar que tal adaptação não foi feito de forma exclusiva para os conhecedores da saga, e sim para os meros espectadores (em resultado dos grandes cortes, comentado mais acima ,pelo diretor  Mike). O toque obscuro nos filmes surgiu em seu antecessor, porém noto que neste é colocado de forma balanceada o elemento da obscuridade com a fantasia clássica (juntando o contemporâneo com o clima medieval). O mal personificado, a aparição e a forma que ganhou Voldemort só aqui é revelada, ofuscando os olhos daqueles que assistem a sua transformação. E também é o primeiro contato entre as varinhas, fazendo disso um momento importante e instigante. Sobre as atuações só tenho a dizer que o Daniel Radcliffe se saiu muito bem, não tendo muito o que comentar dos demais.


                                         

            Para a maioria ''Harry Potter e o cálice de fogo'' pode ter sido apenas mais um, ou até mesmo o filme desprezível, mas para mim ele sempre será diferente e especial, sendo o mais mágico e o melhor da saga junto as relíquias da morte, ao relatar a encantadora jornada do jovem Harry junto aos seus leais companheiros (mostrando também momentos de ''desentendimento'' entre eles) tendo que enfrentar pela primeira vez,cara a cara, o mal do seu passado. Recomendo a todos os cinéfilos de carteirinha e amantes do gênero fantasia.

P.S.:Pode ser até que eu venha me revoltar após fazer a leitura, mas ai já são outros 500! (Risos)

                                                        Trailer do filme legendado em HD:

                                                                  
*Um trailer não pode mostrar muito de um filme!

                                                                   Download 1080p:
                         http://filmestorrent.net.br/filme/harry-potter-e-o-calice-de-fogo/

2 comentários:

  1. hehehe, bacana a crítica :) Mesmo achando esse um dos mais fracos da série.

    ResponderExcluir